terça-feira, 13 de outubro de 2009

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Finalização da produção

Em fase final de produção, o curta "Esta Noite Tem Peleja" deve estrear no final do 1º semestre de 2009. A equipe concluirá em junho a edição final de som, que está sendo realizada no Estúdio Sete.

Desde 2008, o projeto conta com o patrocínio da LEI DE INCENTIVO À CULTURA "JOÃO BANANEIRA", do município de Cariacica-ES, e o apoio da MARCA AMBIENTAL.

PATROCÍNIO / APOIO:

domingo, 4 de maio de 2008

INFORMA (Ufes) noticia o vídeo


O INFORMA (Informativo da Universidade Federal do Espírito Santo), na edição de 28/04 a 05/05/08, teve como notícia a produção do vídeo Esta Noite Tem Peleja, com a manchete

"Mestrandos da Ufes produzem animação baseada em conto".


Para acessar a reportagem, clique na figura.

sábado, 26 de abril de 2008

Mestre Narciso "Em Movimento"

Veja a reportagem sobre os bastidores de produção do curta, no programa "Em Movimento" (TV Gazeta), em 26/04/2008, clicando na imagem abaixo.

video

segunda-feira, 14 de abril de 2008

segunda-feira, 31 de março de 2008

Capixabas produzem animação baseada em conto de Câmara Cascudo

Mestre Narciso, um pescador solitário, recebe, todas às noites, em seu barco, a visita de um violeiro misterioso, que desaparece pela manhã. Essa é a premissa do vídeo de animação capixaba “Esta noite tem peleja”, atualmente em estágio de pós-produção.

O curta mistura animação tradicional com 3D, e tem voz de Eliezer de Almeida, ator capixaba com participação em produções nacionais como Lamarca e Canudos. A procura por um profissional tão experiente se explica pela característica da narrativa: todo o desenho é contado em versos de cordel, como os “desafios” ou “pelejas” dos repentistas. O professor de língua portuguesa Jonacy Luiz Pereira dos Santos assina a revisão do texto final.

As ilustrações que dão base à animação são do desenhista e cartunista Gilmar Gomes, o Gil. Colaborador do site Culturartes, ele optou pela técnica da aquarela para dar vida ao universo praiano de Mestre Narciso. A inspiração para muitas cenas surgiu de importantes pontos turísticos capixabas, como aquelas que remetem aos casarios de São Mateus.

A trilha sonora de Darcy Alcantara procura mesclar a moda de viola a temas medievais, envolvendo o espectador na atmosfera misteriosa que trazem as histórias folclóricas: quem é o violeiro? De onde ele vem? Cordas, flautas e percussão, orquestradas digitalmente, se juntam ao canto e ao violão, preenchendo, com melodias características, os versos de cordel, no início e no fim da história.

O vídeo, dirigido por Wolmyr Alcantara e Felipe Gaze, resgata um conto tradicional recuperado por Luís da Câmara Cascudo, maior folclorista brasileiro. “Esta noite tem peleja” procura, assim, unir a tradição das histórias contadas em volta da fogueira à modernidade das animações feitas em computador. Um verdadeiro “desafio” que vale a pena.

domingo, 16 de março de 2008

O projeto e sua história

A idéia de realizar Esta Noite tem Peleja surgiu em dezembro de 2006, com o objetivo de produzir um curta-metragem de animação inspirado em uma história tradicional recontada por Luís da Câmara Cascudo. A proposta era resgatar temas da cultura popular, em diálogo com a linguagem audiovisual contemporânea, a partir do conto compilado pelo maior estudioso de folclore brasileiro.

Às redondilhas maiores da poesia de cordel, conduzindo o vídeo, foram-se juntando ilustrações em lápis-aquarela, animações 2D e 3D, e trilha musical original, mesclando tradições, em todos os âmbitos. Na trilha sonora, por exemplo, o violão e a percussão se juntam ao violoncelo e a flauta. Na perspectiva de aproximar o antigo e o novo, o popular e o erudito, o local e o global, o projeto flerta também com as referências culturais de nosso Estado – os casarios tradicionais de São Mateus é um dos exemplos.

O projeto também é fruto de uma constatação – a partir da experiência dos envolvidos na área da Educação, atuando como professores nas redes públicas de Cariacica, Vitória e Serra, e também na rede particular – da grande oportunidade proporcionada por recursos audiovisuais inspirados em temáticas de nossa cultura como pontos de partida para trabalhos pedagógicos interdisciplinares, em escolas, bibliotecas, e outros centros de difusão cultural.